Inicial

P_20181018_142404.jpg

Barata, nascido Luiz Carlos, no dia do Anti-Natal, do ano da Graça do nascimento de Madonna, Michael Jackson, Bruce Dickinson, Cazuza e Tim Burton é poeta, escritor, produtor e apresentador de Webradio, produtor de eventos; e procura pagar as contas trabalhando com criação de sites. Cresceu escutando Beatles, Black Sabbath, Pink Floyd e Led Zeppelin e escrevendo poemas. Participou da geração mimeógrafo nos anos 1970, mas quando chegaram os filhos, deixou de ser poeta e foi tentar ser homem, o que no entender de Bukowski é bem mais difícil. Trabalhou como office-boy, bancário, projetista de brinquedos e analista de qualidade. No final do século XX, acordou certo dia de sonhos intranquilos e, transformado em um ser kafkiano, criou um projeto cultural na Internet nos moldes dos antigos panfletos mimeográficos. Mesmo antes de seu processo de metamorfose, Barata nunca deixou de cometer poemas, contos e crônicas. E embora tenha passado dos três dígitos o numero de textos escritos, nunca ganhou um prêmio literário. Foi apaixonado por Varda de Perdidos no Espaço, Janis Joplin, Grace Slick e Sonja Kristina; casou quatro vezes e tem dois filhos do primeiro casamento. Atualmente é também costureiro e colador de livros, num projeto de editora artesanal.

Read more: http://abarata.com.br/default.asp#ixzz5UmHrnHCC